Pipoca de Sagu: muita energia e sem casquinha que gruda na gengiva

Pipoca de Sagu

Pipoca de Sagu: muita energia e sem casquinha que gruda na gengiva. Serve também como uma opção para quem é alérgico ou intolerante ao milho. E a gente ensina como fazer!

Companhia melhor do que muita gente para maratonar série ou ver um filminho, a pipoca vai bem com quase tudo, não é mesmo?

Mas como nem tudo é perfeito, temos que contar com aquela pelinha que solta do milho (a casca) e gruda na gengiva para todo o sempre, sem contar que os piruás (milho que não estoura) aumentam risco de engasgo especialmente em crianças, idosos e animais não-humanos.

A pipoca feita com Sagu resolve definitivamente esse probleminha, sendo indicado para todo mundo.

Você vai precisar de:

-Sagu (usei aproximadamente 1/2 xícara).

E só. Nem precisa de óleo. Bom, você também vai precisar de uma panela e de um fogão, mas isso a gente supõe que já tenha em casa.

Pipoca de Sagu: Como Fazer:

Coloque o Sagu em um panela já quente, no fogão.
Como não vai óleo, é importante que os grãos fiquem bem espalhados no fundo da panela, para que aqueçam e estourem de maneira uniforme.
Quando começarem a estourar, basta tampar a panela e esperar estourar tudo – mexendo de vez em quando. (Igualzinho com pipoca tradicional).
E pronto!
Pode adicionar sal ou o que você adiciona normalmente na pipoca.

As ‘flores’ da pipoca de sagu são menores do que as de pipoca de milho:

Tem gosto de pipoca de milho? Não.
O sabor lembra tapioca. A textura também é diferente, a pipoca de sagu derrete na boca – mas não parece isopor, tá? É mais como algodão doce. Como experiência pessoal, posso dizer que está aprovadíssimo – teste feito inclusive com um bebê de 1 ano de idade.

Mas vale dizer que a pipoca de sagu tem cerca de 15% a mais de carboidratos do que a pipoca de milho, e não possui fibra alimentar. Por isso não é recomendado exagerar.

Segundo o site Boa Forma, por conta da alta presença dos carboidratos em sua composição, o principal benefício do sagu é fornecer energia para o organismo, o que torna o alimento útil para a dieta de quem pratica treinamentos físicos intensos com regularidade.

Visite nossa página no Facebook: Receitas Fáceis e Práticas

Créditos: almanaquesos

Gostou da receitas?…Deixe seu comentário e compartilhe. Obrigado!


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*